Saturday, December 31, 2016

MATÉRIA: Monstros da Universal - o primeiro universo compartilhado do cinema

Você deve estar acompanhando a onda do cinema moderno, não? Se está, então já deve ter percebido que a moda atual são os universos compartilhados, muito por culpa da Marvel, que começou o seu em 2009 com o primeiro filme do Homem de Ferro. Fox e DC também entraram nessa, e até o Kevin Smith começou a criar o seu nos anos 90, com o filme Clerks. Pois bem, o que talvez você não saiba, é que essa ideia é muito, mas muito antiga!

Thursday, December 29, 2016

CD: Blue & Lonesome - The Rolling Stones

Nota: 9 / 10

Vamos aproveitar que hoje não morreu ninguém, e falar de algo mais alegre. Nada como a atmosfera do Blues para ajudar a lidar com a tristeza. E os Rolling Stones de volta com bolacha nova após 11 anos dá um tempero até melhor. Dia dois de Dezembro agora saiu o novo disco dos super-uper-duper-mega-ultra veteranos do Rock; 50 anos de carreira não é pra qualquer um não! E desta vez, resolveram prestar homenagem a seus mestres, nos disponibilizando Blue & Lonesome, o primeiro disco de covers do grupo inglês.

CANTO DO CISNE: Debbie Reynolds

O ano de 2016 termina como começou: amargo; como se não bastasse matar Carrie Fisher, agora se vai a mãe dela, a atriz Debbie Reynolds, aos 84 anos. Talvez você não a conheça tanto quanto a Leia, mas para mim é uma perda também sentida. Eu só venho aqui no blog falar de alguém se a perda faz algum sentido para mim. E Debbie Reynolds não só teve muito sentido para mim, mas também para a Hollywood clássica.

Tuesday, December 27, 2016

CANTO DO CISNE: Carrie Fisher

Preciso dizer alguma coisa? Carrie Fisher morreu aos 60 anos, pronto. Isso não é engraçado não, amigo, é desesperador! Tantos talentos morrendo em um só ano. Se eu fosse supersticioso ou conspirador, já começaria a incitar teorias sobre o apocalipse ou coisa parecida, porque é o que está parecendo. Enfim, que a Força esteja comigo porque este ano realmente está lamentável, amigo, lamentável.

Monday, December 26, 2016

CANTO DO CISNE: George Michael

Eu não queria falar sobre isso justamente no feriado de Natal, então decidi me pronunciar agora. Quando você, daqui muitos anos, olhar para trás e pensar em 2016 artisticamente, vai bater aquela tristeza profunda. O ano foi, literalmente, um assassino serial de bons artistas, e agora, nos acréscimos do segundo tempo, nos leva George Michael, com 53 anos, aproveitando que todos se distraíram com o Natal. Maldito ano!

Saturday, December 24, 2016

EDITORIAL: O dia de Natal

Hoje é véspera de Natal. Chegamos mais uma vez aos momentos finais de um ano. Começa a contagem regressiva para o fim de um ciclo e o início de outro. E eu sempre me pego reflexivo quando essa data chega. É uma data especial em vários sentidos. As pessoas parecem mais agradáveis do que o normal, você tem a chance de pensar sobre o ano que passou, de ver pessoas que você não via a tempos... há muito o que compartilhar.

Friday, December 23, 2016

LISTA: 8 reminiscências de 2015 - o que deixei para trás na música

Antes de fechar o ano, aqui vai uma lista extra àquela que eu lancei no começo deste ano. Eu vou linkar ela à lista de 35 discos, que fiz de 2015. Esta lista tem por finalidade ilustrar aquilo que eu não consegui ouvir em 2015 e fui acabar descobrindo só em 2016, ou mesmo o que eu ouvi falar por cima mas não consegui conferir por alguma razão. 

Thursday, December 22, 2016

NO CINEMA: Rogue One: A Star Wars Story (Rogue One: Uma História Star Wars)

Nota: 8,5 / 10

Quando eu soube que iríamos ter um prelúdio para
Star Wars de novo, a minha pronta reação foi arrancar os cabelos e querer que alguém freasse o planeta para que eu pudesse desembarcar! Não estava levando essa ideia numa boa, visto o que o próprio Lucas cometeu com os prelúdios dele, que avacalharam com todo o seu universo.

Mas, visto que a franquia, graças ao bom Deus e à Força, não está mais nas mãos do velhote que gosta de usar Photoshop para alterar cenas clássicas, eu respirei fundo, e resolvi conferir.

Pois bem, levando a cabo esta ideia maluca da Disney e da LucasFilm de produzir um filme de Star Wars todos os anos, temos aí este novo prelúdio, Rogue One. O resultado? ÓTIMO!

Wednesday, December 21, 2016

CD: I Still Do - Eric Clapton

Nota: 9 / 10

Eu sou um tremendo fã do Sr. Clapton. Pode não parecer, até porque não tive a chance de falar sobre ele ainda no blog, mas sou um Claptonmaníaco, o cara sempre está no meu play. Conheço o distinto bluesman a pouco mais de duas décadas, e venho seguindo sua carreira desde então. É um dos meus compositores favoritos, e todas as vezes eu gosto de conferir o que ele lançou de novo. Em seu novo lançamento, I Still Do, de 20 de Maio deste ano, o nosso querido slowhand mostra que ainda cultiva a velha chama do blues e nos brinda com sua inconfundível música.

Sunday, December 11, 2016

ESPECIAL: A série brasileira de quadrinhos do selo Graphic MSP

Resolvi me manter atualizado sobre a série de quadrinhos do selo Graphic MSP tempos atrás, e com essa iniciativa, preparei este especial para vocês.

Esta série de novelas gráficas, ou como se diz no vocabulário técnico da 9ª arte, graphic novels, teve como objetivo reimaginar todo o universo conhecido da Turma da Mônica e seus diversos personagens, criados ao longo dos anos por Maurício de Souza.

Estas reimaginações são feitas, com a bênção do próprio criador, por roteiristas e quadrinistas diversos, tomando conta de diferentes títulos das criações de Maurício.

Com isso, tem saído coisas sensacionais nesta coleção, especialmente de personagens como Bidu, Astronauta, Turma da Mata, e outros mais. Portanto, vamos conferir.

Saturday, December 10, 2016

HQs: Batman: Endgame (Fim de Jogo)

Nota: 9,5 / 10

Eu estava na indecisão, mas no final, não resisti! Só mais um arco de histórias do Batman antes de fechar o ano, já que o Miller e o Azzarello não vão dar as caras até ano que vem. Eu nem pretendia fazer este arco do Batman, mas a história foi tão eletrizante, que eu tinha que vir aqui falar para vocês!

Mas este arco, eu vou fazer um pouco diferente. Quando falei sobre o arco da Corte das Corujas e de seu arco-continuação, o da Noite das Corujas, eu elaborei eles edição a edição. Endgame foi um arco que eu também conferi edição a edição, comprando as revistas, mas aqui eu vou falar sobre a experiência como um todo.

Esta é uma das narrativas mais marcantes que eu já li do morcego, e na minha opinião, a melhor história que Scott Snyder e Greg Cappulo escreveram para Batman.

Friday, December 9, 2016

NO CINEMA: Fantastic Beasts And Where To Find Them (Animais Fantásticos E Onde Habitam)

Nota: 8 / 10

Este é um filme curioso. Baseado em um livro que é citado DENTRO do próprio universo de Harry Potter e creditado à autoria de um personagem chamado Newt Scamander; segundo alguns amigos meus que são fanáticos, os próprios Harry, Hermione e Ron, na série, colocaram notas no livro, contando suas experiências com os tais animaizinhos do universo.

Ou seja, trata-se de uma obra, escrita, obviamente pela própria autora da série, J.K. Rowling para viralizar sua série infanto-juvenil de livros, e que dá mais detalhes sobre as criaturas do mundo de Harry Potter.

Eu nunca li livro nenhum da série do bruxo, mas assisti a todos os filmes, então fiquei no mínimo curioso para checar este filme derivado da série.

Thursday, December 8, 2016

CANTO DO CISNE: Greg Lake

O ano de 2016 será um ano muito amargo de se lembrar no mundo da música. Amargo no nível de te deixar extremamente depressivo, pois este foi o ano que nos arrancou artistas maravilhosos, não só da música, mas neste ano que ainda estamos, foi o ano em que morreram artistas excepcionais do mundo musical: David Bowie, Prince, Keith Emerson... quer mais? Acaba de morrer Greg Lake aos 69 anos de idade. Peraí, vou lá pegar um anti-depressivo e volto já.

Monday, December 5, 2016

MATÉRIA: Filmes de HQs de 2016: o veredito

CHEGOU A HORA! A hora da controvérsia, da sacanagem, do quebra-pau, do toma lá, dá cá! Brincadeira! Mas enfim, chegou a hora de eu avaliar todos os filmes de quadrinhos que passaram nos cinemas em 2016! Olha, em termos de quantidade, foi mesmo um bom ano! Nunca vi um ano tão recheado de filmes de quadrinhos! 12 filmes, ao todo, entre animações e live actions! Vamos a eles!

Monday, November 28, 2016

ESPECIAL: A série multimídia Batman: Arkham

Esta é uma postagem especial que reúne toda produção referente à série multimídia Batman: Arkham. Vejam só que eu não estou usando mais o termo "série de games"; a muito tempo já deixou de ser uma simples série de games. Há games para diversas plataformas, que são o prato principal, mas também há quadrinhos baseados nos games, além de um filme animado e livros também. Portanto, "série multimídia" me pareceu o termo mais apropriado.

Sunday, November 27, 2016

CD: Good Karma - Roxette

Nota: 8 / 10

Eu realmente não esperava outro álbum do Roxette tão cedo, após o Charm School e o Travelling. Mas achei legal que a dupla, após passar por tantos problemas durante anos, estão realmente tomando as rédeas de suas carreiras e seguindo em frente.

Charm School de 2011, foi um muito bem vindo retorno da dupla sueca, que não lançava material novo a 10 anos. Good Karma é a confirmação de que a dupla se renovou.

Saturday, November 26, 2016

NO CINEMA: Jack Reacher: Never Go Back (Jack Reacher: Sem Retorno)

Nota: 8 / 10

Eu não estava planejando ir ao cinema hoje; foi algo meio inesperado, mas eu tive uma janela, e acabei indo. Posso dizer então que o pessoal do cinema não me esperava por lá. Uau, já estou me sentindo o Jack Reacher, o cara que você não esperava!

Brincadeiras a parte, eu não conhecia o personagem de Lee Child até 2013, quando fui ao cinema conferir o primeiro filme. Lembro um pouco dele, mas o que eu me recordo, é que acabei gostando bastante da atmosfera meio escura e da sensação de estar assistindo um bom thriller.

Aqui em Jack Reacher: Never Go Back, Cruise volta a encarnar o personagem, e o resultado para mim ficou até um tantinho melhor do que o primeiro filme; claro, ainda com ressalvas.

Friday, November 25, 2016

CD: Hardwired... To Self-Destruct - Metallica

Nota: 10 / 10

Bate cabeça, metalerada!! Puta merda, que discasso!! Eu já havia desistido do Metallica faz alguns anos, não via mais sentido em acompanhar o trabalho deles depois do St. Anger. Aí veio o Death Magnetic e eu achei até legal, mas não estava convencido ainda, achava que era só um golpe de sorte deles, especialmente depois daquela porcaria gigante que lançaram com o Lou Reed, Lulu.

Agora... me vem essa bolacha! E o 'Tallica me faz novamente voltar as minhas atenções pra eles.

NO CINEMA: Arrival (A Chegada)

Nota: 10 / 10

Durante toda minha vida de cinéfilo, eu acreditei, e ainda acredito, que um filme, de qualquer gênero, para ser considerado próximo de perfeito, tem que causar uma chama interior que te mude de alguma forma. Em outras palavras, você assiste o filme, e sai da sala de cinema com outra percepção sobre a vida e sobre o modo como você enxerga o mundo.

Arrival é um desses casos raros de hoje em dia. A primeira vista ele só parece ser outro candidato a próximo 2001: A Space Odyssey, e claro, não podemos dizer que não existem referências para afirmar isso, mas conforme o filme passa, você se dá conta de que há outra coisa em jogo. Seu pano de fundo de ficção-científica serve para nos trazer questionamentos humanos muito pungentes e imediatos, considerando os dias em que vivemos.

Monday, November 14, 2016

MATÉRIA: Uma análise da odisseia espacial - Parte 4 / 5: Jupiter Mission, parte 2

Olá. Sejam bem vindos novamente. Vamos então para a quarta parte de nossa odisseia, dando continuidade à missão em Júpiter, que acabou tomando proporções de uma disputa de poder, como vimos anteriormente. Este será o grande momento de decisão dessa disputa, em que o homem se dará conta do destino final deste seu longo trajeto, ao longo de sua jornada. 

Friday, November 11, 2016

NO CINEMA: I.T. (Invasão De Privacidade)

Nota: 7,5 / 10

Este, sem dúvidas, é o melhor filme do Pierce Brosnan em muitos anos, o que, claro, não quer dizer muito. Uma coisa positiva aqui é que Brosnan abandonou o estigma de agente secreto, coisa que eu sentia que ele não conseguia se desvencilhar desde que deixou de ser o James Bond nos cinemas.

Verdade seja dita, ele até fez filmes legais depois de sua época de Bond, James Bond, mas não muita coisa. Neste novo filme, dirigido pelo fraquíssimo diretor John Moore, ele é um empresário dono de uma empresa de aviões, e um pai de família, o que é uma mudança bem interessante de papel para o ator, mas a gente já meio que nota que o Brosnan está meio pra lá de bagdá em termos de idade. Uma coisa ele não perdeu depois de James Bond: sua elegância e finesse e o enorme apetite pelo álcool em suas bebidas.

NO CINEMA: Doctor Strange (Doutor Estranho)


Nota: 8,5 / 10

Enfim chegamos ao último filme de quadrinhos do ano de 2016, Doctor Strange. Foi um ano bem movimentado para o gênero. E a Marvel Studios fecha este ano com um ótimo filme, meio desencontradão lá para o final, mas no geral, muito legal e divertido.

Minha experiência foi positiva, pelo fato de que eu conheço muito pouco do personagem em questão. Eu sabia que ele era capaz de distorcer o espaço-tempo e mexer com as realidades, algo que eu sempre curti, por isso, quando foi anunciado o filme do Doutor Strange (sim, este é o nome dele, Stephen Strange, fizeram um desserviço ao traduzirem o nome para o português), fiquei bastante ansioso para conferir, só que nos quadrinhos da Marvel, eu não o via tanto assim. No fim das contas, valeu a pena, trata-se de mais um ótimo filme do universo da Marvel Studios!

Sunday, October 30, 2016

CD: F.E.A.R. (Fuck Everyone And Run) - Marillion

Nota: 8 / 10

E mais uma vez o Marillion chega com um novo álbum, através de sua ideia do crowdfunding, ideia que faz com que a banda receba dinheiro dos próprios fãs e o usa para gravar o disco. Uma ideia que havia começado lá atrás, quando o Marillion estava procurando uma forma de se libertar da frustração de estarem atrelados a gravadoras e terem suas obras mexidas por alguma razão. Enfim, o novo álbum mantém a veia hogarthiana do grupo e segue, dessa vez com um tantinho de controvérsia, que já começa no próprio título da obra.

Monday, October 24, 2016

NO CINEMA: The Accountant (O Contador)

Nota: 8 / 10

Ok pessoal, rapidamente fazendo algumas considerações sobre o filme que fui ver hoje, estrelando Ben Affleck, antigo motivo de preocupação entre os fãs da DC, e hoje, bem, nem tanto assim.

Ben Affleck nunca foi um ator muito prodigioso para mim. Sempre o considerei, no máximo, serviçável, faz o trabalho bem quando o roteiro é bom, e só. Verdade seja dita, o cara vem melhorando nos últimos anos, pegando filmes melhores também, papéis mais marcantes.

Aqui, em The Accountant, novo filme de Gavin O'Connor, diretor do ótimo Warrior (Guerreiro), estrelando Tom Hardy, Ben mostra que ainda atua com a mesma cara de sempre, mas já tenta mostrar algum serviço extra. O filme é bom, interessante, mas meio frustrante em seu fecho.

Friday, October 14, 2016

FILME: Teenage Mutant Ninja Turtles: Out Of The Shadows (As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras)

Nota: 4,5 / 10

Eu costumava ser fã das Tartarugas Ninja quando era moleque. Assistia o desenho na TV, não perdia um episódio sequer. Os filmes em live action antigos não eram nenhumas obras-primas, ou coisa parecida - os dois primeiros, pelo menos, o terceiro é desgraçadamente ruim - mas eu gostava de ver.

Só que aí teve esse reboot produzido pelo Michael Besta, que conseguiu destruir os Transformers, e eu não me interessei; inclusive ainda nem assisti o primeiro filme desse reboot, e nem tenho interesse; vi esse segundo de agora, em casa mesmo, só pra ver o tamanho do estrago.

Então vamos lá, vamos ver o que posso falar sobre esse filme que outros já não falaram.

FILME: Batman: Return Of The Caped Crusaders (Batman: O Retorno da Dupla Dinâmica)

Nota: 8 / 10

Aiai... santa viagem nostálgica, Batman! Ok, meus caros leitores, novos e antigos, muitos de vocês talvez saibam que eu não curto essa versão do Batman do Adam West. Eu já falei aqui no blog que não curto, e expliquei os motivos pessoais meus no artigo que fiz ano passado, sobre a série de TV sessentista.

Mas, como um fã dedicado que sou do personagem, eu tenho o impulso óbvio de acompanhar praticamente tudo aquilo que sai sobre ele, ou, pelo menos, tudo o que eu consigo acompanhar. E, como fã, vocês talvez esperem que eu dê minha posição sobre esta nova animação, creio eu.

Pois bem; a animação é boa; para o fã da série dos anos 60 (o que não é meu caso), é um filme essencial e obrigatório.

Monday, October 10, 2016

NO CINEMA: The Magnificent Seven (Sete Homens e Um Destino)

Nota: 9 / 10

Um dia, indo ao cinema, eu vi o pôster desta nova refilmagem. A minha pronta resposta mental foi: "essa não! Hollywood vai refilmar Os Sete Samurais de novo?" Então, eu disse a mim mesmo que não estava interessado em assistir. Como vocês já devem ter reparado, pelo menos quem acessa o blog faz tempo, eu não sou fã de refilmagens, procuro ignorá-las sempre que possível. A única refilmagem que tenho registrada aqui é esta, e só havia visto este filme do link porque não sabia que se tratava de uma refilmagem, não reparei na hora. Nada de novo, é uma porcaria.

Então decidi que não veria Os Sete Samurais genérico outra vez. Aí veio a fome... a tentação... Denzel Washington... Ethan Hawke... Chris Pratt... o diretor de Training Day!... DENZEL FUCKIN' WASHINGTON!! Droga, Hollywood! Droga!! Fisgado como uma sardinha! Fui assistir. Sorte a minha!

Thursday, October 6, 2016

CD: Rattle That Lock - David Gilmour

Nota: 10 / 10

O guitarrista David Gilmour retornou em Setembro do ano passado, com um novo álbum. Nem o fim do Floyd impediu que Gilmour e Waters continuassem suas bem-sucedidas carreiras solo. Sorte nossa. Durante este tempo, ainda não tive como falar sobre esta nova obra-prima de 2015. A carreira solo de Gilmour, apesar de bastante curta e espaçada, conta com ótimos discos. Sempre achei que Gilmour tinha uma aura musical que se destacava de qualquer outro membro do Floyd, o mesmo se aplica ao trabalho de Waters. Mas as influências mais jazzísticas do guitarrista sempre chamaram mais minha atenção.

Monday, October 3, 2016

CD: Clearview - Poets of the Fall

Nota: 8 / 10

Quando eu coloco um novo álbum dos finlandeses do Poets Of The Fall para tocar, sempre faço isso com muito entusiasmo, porque sei que, de uma forma ou de outra, eu serei brindado com boa música. Com Clearview, novo disco da banda, lançado agora, dia 30 de Setembro, não é diferente. Porém, alguns discos te conquistam de um jeito, outros, de outro. Clearview não se mostrou forte o bastante para figurar entre os meus grandes favoritos da banda, mas conquista pela simplicidade empregada e pela veia pop do grupo que é sempre um elemento muito agradável.

Thursday, September 29, 2016

FILME: Batman Unlimited: Mechs vs. Mutants (Batman Sem Limites: Mechas vs. Mutantes)

Nota: 3 / 10

Ai, meu saco... tá, vamos lá, vai, quanto antes eu encarar, mais rápido acaba. Estamos vendo aqui, ooo... qual o número, produção? Ah, é... nono, é isso mesmo? O nono filme do ano baseado em HQs, o sexto, só se contarmos bat-produções ou produções que envolvem o Batman. Eu nunca vi um ano tão recheado de filme de quadrinhos quanto este! E ainda tem mais três outros pra gente conferir até o fim do ano! Ca-ce-ta-da!

Mas eu não estou reclamando disso, isso pra mim é até uma felicidade. O que estou reclamando é que esta é a terceira animação da série Batman Unlimited; pois é, aquela série de filmes feita pra vender brinquedos para as crianças, com diálogos insípidos, sem uma estrutura envolvente, só visual arrojado, como se fosse um filme dos Transformers. As crianças não mereciam tamanho descaso!

Wednesday, September 28, 2016

MATÉRIA: Uma análise da odisseia espacial - Parte 3 / 5: Jupiter Mission - parte 1

Seja bem vindo à terceira parte da análise do filme 2001: A Space Odyssey; considere esta como a parte onde a trama do filme encontra seu ápice. Na parte anterior, vimos como o homem acabou consolidando a sua aliança com a ferramenta, e analisamos o futuro das viagens espaciais. Nesta aqui, a odisseia prepara um desafio ao homem que ele jamais imaginou que teria que encarar. E ao protagonizar este desafio, as consequências se mostram avassaladoras.

Tuesday, September 27, 2016

CD: The End - Black Sabbath

Nota: 8 / 10

O Black Sabbath acabou. É com grande pesar que eu escrevo estas palavras. Ninguém morreu, nem nada, mas a banda acabou, resolveu encerrar as atividades após décadas na estrada e um enorme hiato que terminou com o último CD do grupo,
13.

Para presentear os fãs que foram prestigiar a derradeira turnê da banda, eles distribuiram este EP de encerramento com sobras de 13, intitulado apropriadamente de The End.

Monday, September 26, 2016

NO CINEMA: The Infiltrator (Conexão Escobar)

Nota: 9,5 / 10

Ok, vamos então falar sobre o novo episódio de Breaking Bad no cinema. Oi, produção? Não é Breaking Bad? Pois deveria ser! Quase que impossível de dissociar a imagem de Bryan Cranston da de seu ex-personagem da série, Walter White, e fica ainda mais complicado quando a trama do filme, ainda que seja baseada em um livro (The Infiltrator, de Robert Mazur) que narra fatos reais, é justamente sobre o tráfico de drogas nos anos 80.

Mas enfim, o filme do diretor Brad Furman é primoroso. Fazia muito tempo que eu não assistia um filme novo tão bom assim. Nada muito novo, mas bem feito, bem executado e que te prende a atenção do início até os créditos finais.

E ainda conta com uma trilha sonora sensacional.

Wednesday, September 21, 2016

HQ: Dark Knight Returns: The Last Crusade (Cavaleiro das Trevas: A Última Cruzada)

Nota: 9,0 / 10

Segunda-feira. Banca de jornal. Volto do trabalho, vou almoçar e passo por lá. Tento fazer de conta que estou entediado. Às vezes estou, mas não é culpa do trabalho. Sempre vou à banca de jornal, só para espiar. Me deparo com essa revista. Penso: "puta que pariu, o Miller e o Azzarello querem me atazanar duas vezes este mês!"

Olho para a capa dianteira. Penso: "e o Miller arranjou um jeito de enfiar o Coringa de alguma forma. Otário!" Olho para a capa traseira. Vejo... Robin?? Que que tá acontecendo aqui? Que raio de jogada é essa, Azzamiller?

Desplastifico a revista, confuso. Não há mini-revistas esdrúxulas desta vez, só esta. E, como um combatente descuidado e inocente, me dou conta da surpresa do mês: Miller e Azzarello escreveram uma história boa do Batman!!

Tuesday, September 20, 2016

NO CINEMA: Don't Breathe (O Homem Nas Trevas)

Nota: 8,5 / 10

Sabe aquela piada de que o ladrão vê uma velhinha na rua e vai assaltá-la, mas a velhinha é faixa preta e põe o ladrão pra correr? Bom, imagina agora que Home Alone (Esqueceram de Mim) é um filme de suspense, e ao invés do menininho batendo nos bandidos, temos uma mistura de Batman com Demolidor... do mau!

Pois é. Don't Breathe, novo filme do diretor uruguaio Fede Alvarez, que só tem no currículo o remake Evil Dead, é um filme de suspense com toques de filme de terror de monstro; segue aquela estrutura de Home Alone, ladrões vão assaltar a casa de alguém que eles julgavam inofensivo, mas acabam se estrepando e descobrem, da pior maneira possível, que as aparências enganam. Isso, claro, menos o tom de comédia do clássico natalino de Macaulay Culkin e muita, mas muita tensão e reviravoltas.

Friday, September 16, 2016

HQ: The Dark Knight III: The Master Race (Cavaleiro Das Trevas III: A Raça Superior) - Livro 5

Nota: 7,5 / 10

A edição anterior de TDK3 não foi lá essas coisas; enrolômetro ligado na potência máxima, referências que a dupla Azzamiller se recusa a explicar, marola, marola, marola. Tudo isso fez com que eu passasse a ficar menos motivado a ir nas bancas comprar o próximo número, ainda mais com a série de intempéries que venho enfrentando nos últimos meses.

Claro que não estou aqui para me queixar de meus problemas, e sim dos problemas da HQ que é o "livro cinco" de TDK3. E para minha surpresa, a narrativa melhorou um pouco sim, nada demais, mas agora parece que já está engatando outra marcha para se dirigir à conclusão da história. Mais ação, menos enrolação, e um clima que remete bastante à primeira história dos anos 80. Claro, com alguns problemas ainda, mas mesmo assim, algo de mais valor do que a quarta edição... exceto, é claro, pela mini-revista.

Friday, September 9, 2016

NO CINEMA: Star Trek: Beyond (Star Trek: Sem Fronteiras)

Nota: 8,5 / 10

Diário de bordo 21009, registro 395; Capitão Ricardo a bordo de A Ciênca da Opinião para registrar minhas impressões sobre o satélite cinemático Star Trek: Beyond. Tem sido extremamente revigorante e animador registrar minhas impressões sobre aquilo que experimento em diferentes mídias, ao longo desses anos todos.

Às vezes pode parecer um tanto solitário, visto que trata-se de um trabalho de um homem só, mas de forma geral... como posso colocar?... oh, sim! Fascinante!

O novo filme da cinessérie Star Trek, o terceiro desde o reboot da série neste universo paralelo, exerceu grande atividade gravitacional, me atraindo para seu eixo. Entre algumas perdas significativas e ganhos em narrativa, o satélite em questão se mostrou sólido e realmente intrigante.

Tuesday, August 30, 2016

CANTO DO CISNE: Gene Wilder

Hoje eu acordo com um pouco de tristeza no coração. Apesar de coisas boas terem me acontecido nos último dias, coisas das quais sou grato a Deus, fiquei sabendo da morte de um ator clássico que gostava muito, Gene Wilder, aos 83 anos, vítima de Alzheimer. Este ator trouxe alegria para muitas pessoas na tela da TV durante os anos dourados da mídia, principamente com seu mais conhecido filme, sobre uma certa fábrica de chocolate.

Saturday, August 27, 2016

SHOW: Wee Willie Walker (SESC - Ribeirão Preto, SP, 26/08/2016)


Uma noite extremamente divertida, descontraída e com muita carga de sentimento no ar é como eu posso resumir esta noitada de música no show mais do que especial de Wee Willie Walker, o grande talento de Memphis, EUA, que veio para Ribeirão Preto esta noite de sexta-feira, nos brindar com muita música.

Wednesday, August 17, 2016

HQ: The Dark Knight III: The Master Race (Cavaleiro Das Trevas III: A Raça Superior) - Livro 4

Nota: 5,5 / 10

"Ok, vamos ver como é que o Frank Miller vai me emputecer este mês..."; isso é o que passa pela minha cabeça, enquanto vou à banca, pegar mais um número da minissérie que estamos conferindo aqui.

Demorei um pouco, né? Tava meio sem saco, admito. Estamos só na metade, e eu já estou protelando ler esta série; ainda não dá para a gente dar um veredito final de fato, faltam ainda mais cinco edições. Por outro lado, já dá pra gente notar, mais do que claramente, que TDK3 não será sequer uma obra ótima, longe disso, e muito menos contundente ou digna de menção no futuro. Será apenas mais uma revista do Batman que existiu e que fizeram, mas que ninguém vai dar muita bola daqui alguns anos. Dito isso, vamos logo à esta quarta edição, que os meus olhos já derreteram com a visão do inferno da capa da mini-revista deste mês.

Tuesday, August 16, 2016

GAME: Iron Maiden: Legacy of the Beast (IPAD)

Nota: 9 / 10

Tudo começou como uma sinfonia perfeita; os primeiros acordes de "The Evil That Men Do" tocando na tela de carregamento inicial já me causaram arrepios. Não havia a voz marcante de Bruce Dickinson acompanhando a melodia, mas foi o bastante para nos reter a esperar os longos minutos até que os poucos mais de 500 megabytes de informação fossem carregados.

Ao término da longa espera, com meu iPad a 10% de bateria e conectado na força, eu vi a tela inicial de menu tocando "For The Greater Good Of God", logo após a minha primeira experiência instrucional de como jogar, e depois disso, foi um verdadeiro deleite.

Dessa forma, vamos ver o que um dos games portáteis mais épicos e pesados tem para nos oferecer.

Saturday, August 13, 2016

NO CINEMA: Suicide Squad (Esquadrão Suicida)

Nota: 8,5 / 10

Enfim, a DC acertou no cinema! Fui assistir Suicide Squad e saí da sessão realmente feliz e satisfeito com o que vi, sorrindo de orelha a orelha. Ano passado, eu havia feito uma resenha sobre a animação envolvendo o time de vilões da DC, e comparado a essa animação, bom, não é um filme melhor do que ela; mas é extremamente gratificante, inclusive se formos considerar o rumo que o DCEU estava tomando nos cinemas!

Houve coisas que eu gostei muito, houve algumas coisas que eu, como fã da DC, eliminaria. Mas de forma geral, eu finalmente senti que a DC está pegando o rumo da correção de curso em seu universo cinemático, para poder agora competir pau a pau com a Marvel. Dessa forma, vamos dar uma olhada no que mudou em relação aos originais, e avaliar o trabalho de David Ayer.

Thursday, August 11, 2016

NO CINEMA: Jason Bourne (Jason Bourne)

Nota: 8,5 / 10

Caramba, estou muito feliz! Acabei de voltar de Jason Bourne, e trago a vocês, a ótima notícia de que a série de filmes do espião desmemoriado voltou aos trilhos! Claro, não é o melhor filme da série, mas já é um ótimo recomeço!

Eu sou um enorme fã da trilogia Bourne. Sim, eu falei trilogia! O quarto filme para mim não conta. Aquela budega foi um soco no estômago do fã que tinha altas expectativas de ver a série seguir sem agora ter suporte dos livros de Robert Ludlum, com histórias novas, e foi uma baita decepção.

Deixa eu explicar pra vocês qual foi a mensagem que eu entendi deste novo filme, que os envolvidos quiseram passar: "gente, nos desculpem pelo quarto filme! Nós erramos feio, assumimos! Vamos fingir que ele nunca aconteceu? Legal, então tomem aqui esta continuação direta do terceiro!"

Monday, August 8, 2016

GAME: Alan Wake (Xbox 360)

Nota: 10 / 10

Voltei! E voltei querendo relembrar tempos atrás, quando o Xbox 360 estava em seu auge, e novos games estavam surgindo para a plataforma. Sendo assim, e já que faz um bom tempo que não falo sobre games de plataformas mais convencionais, resolvi relembrar este, que já se transformou em um dos maiores clássicos dos videogames.

Vocês estão diante de um dos melhores e mais emocionantes games que eu já joguei no Xbox, Alan Wake. Este game não se trata somente de um simples jogo de videogame. Se trata de uma experiência intensa e muito, muito gratificante. Mesmo os games anteriores da Remedy, como os dois Max Payne que lançaram, não proporcionavam algo nesta magnitude. Mistura de Lost, Stephen King e Twilight Zone, Alan Wake é uma experiência única e inigualável.

Monday, July 25, 2016

NO CINEMA: Batman: The Killing Joke (Batman: A Piada Mortal)

Nota: 9 / 10

Quando eu fiz meu artigo sobre a HQ de Alan Moore, ano passado, este filme ainda era só um grande rumor. Venho aguardando a adaptação desta história a muitos, muitos anos, bem antes mesmo de ser anunciada. Já foi até cogitado fazerem um filme live-action, ideia que, obviamente, nunca foi para frente.

Eu perdi as contas de quantas mil vezes eu já li esta história de Alan Moore. Pra mim é uma das melhores que já foram escritas, não só do Batman, mas de super-heróis de forma geral. Ela foi a história que inspirou o filme de 1989, dirigido por Tim Burton, portanto, vocês já imaginam minha antecipação para conferir este filme! Esta, é a opinião de um fã que viu seu sonho finalmente realizado esta semana.

Saturday, July 23, 2016

NO CINEMA: Ice Age: Collision Course (A Era do Gelo: O Big Bang)

Nota: 7,5 / 10

Um filme engraçado, divertido, porém, mais do mesmo. Foi com essa sensação que eu saí do cinema. Talvez seja hora de Carlos Saldanha, o brasileiro que criou estes personagens, pensar em dar um final para a história de Manny, Sid, Diego e o esquilinho Scrat.

Claro, como sempre, a grande razão de ir assistir o filme, não são os personagens que tem mais tempo de tela para mim, mas sim o esquilo e sua inseparável noz. Mas desde o filme anterior, Ice Age: Continental Drift, eu tenho curtido muito a personagem Gladys, a avó de Sid. Eu adoro essa personagem! Creio que é porque ela me lembra a personagem WOW, do desenho Histeria!, a mulher mais velha do mundo. E o Buck, claro, a fuinha caolha é sempre divertida. Vamos então dar uma olhada na história da vez.

Sunday, July 17, 2016

NO CINEMA: Finding Dory (Procurando Dory)

Nota: 8,5 / 10

Voltei por um breve momento do meu exílio, este mês. Não precisam sair me procurando! Enfim, fui procurar Dory no cinema... quero dizer, assistir Finding Dory, novo filme da Pixar com a Disney, nos cinemas. Esta continuação de Finding Nemo levou aproximadamente uns 12 anos para ser feita. Não me pergunte as razões da Pixar ter demorado tanto para fazê-la,  mas a questão é que a animação é divertida o bastante para fazer parecer que o tempo nem sequer passou.

A Pixar tem estado batendo em certas teclas de forma bastante constante em seus filmes mais recentes, algumas dessas teclas boas, outras, nem tanto, mas a que me tem chamado mais a atenção, é a que se refere à família, fazendo com que os filmes do estúdio assumam, sem medo, literalmente, o rótulo de "family movie".

Monday, July 11, 2016

EDITORIAL: Uma breve pausa...


Olá para todos. Vocês, que me acompanham, devem ter notado que eu não ando postando tantos artigos ultimamente, não é? Pois é. Eu não ando com tempo sobrando. Já tenho pelo menos uns cinco ou seis artigos que eu havia começado a escrever, mas não ando tendo tempo e energia para continuar. Estou tendo que atender uns compromissos ultimamente, e isso está tomando meu tempo, dessa forma, vou fazer uma pausa aqui no blog, até o final deste mês de Julho.

Mas caaalma! Não é o fim! Caso eu assista algum filme novo no cinema, e acredite, eu vou, tenho pelo menos uns dois ou três em vista, terão resenhas dos filmes aqui, como sempre foi, logo após eu ter chegado do filme, já escrevo sobre ele. Mas só neste caso em específico, ainda porque é cinema.

Eu estava com alguns filmes nostálgicos para fazer artigos sobre eles, em vista, bem como umas HQs do personagem Fantasma, e uns dois livros para resenhar. Isso sem falar na nova garimpada de games da Google Play Store que eu andei conferindo, e ainda comecei a escrever sobre alguns CDs que ando ouvindo e o game novo do Iron Maiden. Ah sim, e não pensem que eu esqueci! Ainda falta acabar a análise do filme 2001: A Space Odyssey, que eu comecei lá atrás este ano, e podem ter certeza, vou terminar, e pretendo fazer com que ela seja uma das mais completas que já se viu por aí. Mas realmente vou precisar desta pausa.

Lembrem-se: somente no caso de eu ir ver um filme novo, vou postar resenha no blog este mês, de resto, fica para o mês que vem, ok? Grande abraço a todos que me acompanham e a gente se vê!

~~~~~

HQ: The Dark Knight III: The Master Race (Cavaleiro Das Trevas III: A Raça Superior) - Livro 3

Nota: 6,5 / 10

Quando eu pensava que tudo estava mais ou menos encaminhado, bonitinho, que desta vez a gente iria ter mais certeza de sair com uma história mais bacaninha e tal... o Azzarello deixa o Miller escrever de novo. E quando esse velho lazarento escreve, olha... tudo que eu posso fazer é levar a mão na testa e pensar "por que, Miller? Por que você é tão perverso comigo? Por que? Que que eu te fiz? Matei tua família? Botei fogo na sua casa? Te chamei de filho da puta? Ah é, disso eu te chamei sim!"

Mas mesmo assim, não é justificativa para trazer algo tão escroto, tão repulsivo, e tão... tão... BABACA, de TDK2 pra cá. Justamente o que eu esperava que você não trouxesse, você me traz; Miller, vai a merda. Não sei por qual razão gente como Azzarello ainda anda com você, mas... ah, que se dane, vamos acabar logo com isso.

Tuesday, June 28, 2016

NO CINEMA: Now You See Me 2 (Truque de Mestre: O 2º Ato)

Nota: 9,5 / 10

Vocês estão prestando atenção? Ok, então lá vai. Acabei de chegar do cinema, após assistir à sequência da agora série
Now You See Me, e devo confessar que, de todos os títulos cinematográficos, este é o que eu menos estava esperando ter uma sequência. Mas fiquei muito contente que teve, e mais contente ainda que essa sequência não só supera o primeiro filme mas também trabalha com muito mais elementos.

Quando eu ainda escrevia só no IMDB, eu havia feito alguns comentários sobre o primeiro filme, que trouxe aqui para o blog, para que todos vissem. Havia comentado que achei que o filme foi um grande concerto de Rock. Também o chamei de um filme de assalto com truques de mágica. Now You See Me 2 veio para nos mostrar que, embora achássemos que estávamos prestando atenção no filme, na verdade não estávamos realmente atentos.