Tuesday, March 24, 2015

FILME: Roma Città Aperta (Roma, Cidade Aberta)

O cinema clássico italiano é recheado daqueles filmes cujas temáticas recorrentes são a guerra e os costumes locais. Costuma-se associar bastante esse período em particular com o movimento neorrealista, movimento este que tinha como intuito pintar a realidade como ela é, que, embora tenha durado pouco, representou algo de uma intensidade monstruosa para as pessoas que conheceram a época do fascismo, durante o período da Segunda Guerra Mundial. O diretor Roberto Rosselini é bastante lembrado por esses tipos de filmes com a quase ausência de atores profissionais, como Germania, Anno Zero (Alemanha, Ano Zero) e Stromboli, com sua esposa Ingrid Bergman, que retratam a realidade de uma maneira muito intensa, tão intensa que praticamente some-se a existência da quarta parede, característica tão marcante no cinema de ficção.

Sunday, March 22, 2015

NO CINEMA: Focus (Golpe Duplo)

Fazia um tempinho que eu não via o Will Smith no cinema. A carreira do ator pode ser classificada como aquelas que tem seus altos e baixos. Eu me lembro da primeira vez que vi o ator, foi o filme Independence Day. Depois foi na série Fresh Prince of Bel Air, uma série bastante engraçada e que eu tenho saudade. Teve também seus dois filmes com Martin Lawrence, a cinessérie Bad Boys, dirigida pelo Michael Bay. Mas se eu fosse fazer uma lista das minhas produções favoritas com Will Smith, eu certamente colocaria a série Men in Black e filmes como Enemy of the State e Ali nos primeiros lugares, sem sombra de dúvida. Will Smith é um excelente ator e um talento nato, mas ultimamente não tem acertado muito em seus projetos. Focus eu posso dizer que, de uma certa maneira, é um filme que resume bem a trajetória do ator, que teve seu auge e desde a última década vem dando seus tropeços.

Tuesday, March 17, 2015

NO CINEMA: Kingsman: The Secret Service (Kingsman: Serviço Secreto)

Um tipo de filme que me chama muito a atenção para ir aos cinemas são os filmes de espionagem. Eu não consigo resistir a uma boa história de espião. Sempre que tem um novo filme de James Bond estreando, pode contar com a minha presença nos cinemas. Os filmes de espião exercem este fascínio que a gente tem em viajar o mundo, dirigir carros de marca, conhecer pessoas e culturas diferentes, viver aventuras, provar das melhores bebidas e conhecer mulheres irresistíveis. Para o público masculino, não há nada melhor do que uma boa trama de espião. Este fica então sendo o mote de Kingsman, uma comédia/aventura que homenageia o cinema de espionagem.

Saturday, March 14, 2015

FILME: The Terminator (O Exterminador do Futuro)

Os anos 80 foram marcados por diversas produções icônicas e memoráveis. Não é a toa que está tendo este turbilhão recente de nostalgia fílmica referente aos anos 80. Eu, como uma cria da década, claro, adoro isso, especialmente quando a coisa é bem feita. E entre todas as boas produções que eu possa me lembrar e que tiveram um enorme impacto sobre mim e a forma como vejo o mundo estão os filmes de ficção-científica. Eu sou absolutamente fascinado pelo gênero, e esse fascínio vem principalmente quando essas produções discutem possibilidades futuras para a humanidade. É o caso de filmes como "Back to the Future Part II" (De Volta para o Futuro Parte II), "Things to Come" (Daqui a Cem Anos), "Metropolis", "The Time Machine" (A Máquina do Tempo, de 1960) e o grande clássico Blade Runner e muitos outros clássicos. Chega-se então aqui em uma das histórias mais interessantes e que possuem uma crítica muito forte sobre o ser humano e suas conquistas, o clássico do visionário diretor James Cameron feito em 1984, The Terminator.

ESPECIAL: The Terminator

The Terminator é uma franquia de filmes criada e dirigida pelo diretor americano James Cameron nos dois primeiros filmes e depois comandada por outros diretores. Teve três filmes estrelando o ator Arnold Schwarzenegger e um quarto filme estrelando Christian Bale e Sam Worthington, e agora está indo para o quinto, em 2015, Terminator Genisys, estrelando novamente Schwarzenegger no papel do androide T-800.

Clique para escolher a edição do especial que deseja ver:

Thursday, March 12, 2015

FILME: Still Alice (Para Sempre Alice)

Muito se diz que, não importa o que soframos no futuro, não importa o quanto outras pessoas queiram nos diminuir, não importa o quanto outras pessoas, por quaisquer circunstâncias queiram nos tirar coisas, riquezas, etc, nada, absolutamente nada poderá tirar aquilo que nós aprendemos, nada poderá roubar nossas memórias, quem nós somos, nossos segredos, o que sabemos e o que aprendemos. Isso vale para muitas pessoas. Mas para aquelas que possuem Alzheimer, já não é bem assim. Um dia pode-se acordar de manhã e saber exatamente o que fazer e onde ir, no outro, tudo isso pode simplesmente sumir. Este drama é real e vivido por muitas pessoas ao redor do mundo, desafortunadas o bastante para adquirirem a doença. O romance de Lisa Genova aborda essas questões e, embora seja uma história de ficção, há o fator real da doença que acomete a personagem principal da história, a professora de linguística Alice Howland.

Wednesday, March 11, 2015

FILME: The Scarlet Letter (A Letra Escarlate)

Adaptações de obras clássicas da literatura sempre carregam aquele agravante de terem de representar bem o texto original em que se baseiam. É difícil traduzir um texto literário para o meio cinematográfico, porém, existem produções que obtém sucesso. Algumas delas, raridades, inclusive, conseguem ser ainda melhores ou no mínimo, tão boas quanto a fonte original em que se baseiam, desobedecendo aquela máxima que diz que o livro é sempre melhor. Segundo fontes com as quais eu conversei, estamos aqui diante de um caso em que isto aparentemente acontece. Digo aparentemente, porque ainda não tive chance de ler o livro em que se baseia The Scarlet Letter (A Letra Escarlate), livro escrito pelo clássico escritor norte-americano Nathaniel Hawthorne, apesar de ter conversado bastante com quem já leu a obra e ter tal garantia.

Wednesday, March 4, 2015

NO CINEMA: Back to the Future (De Volta para o Futuro)

Todo mundo tem aquela obra que é a queridinha, a obra do coração, não é? Aquela que marcou você de alguma maneira, que deixou tatuagens indeléveis em seu coração, em seus pensamentos, que moldou tudo aquilo que você ama, que você acredita, que você gosta. É basicamente aquele tipo de coisa que se fala, tem pessoas que você pode definir por apenas uma coisa. Isto então representa quem você é e o que faz com que você seja quem você é, sua personalidade, suas preferências. Bom, no meu caso, é o filme Back to the Future, filme lançado em 1985. Eu tinha 5 anos de idade. Não fui assistí-lo no cinema na época, claro. Porém, alguns anos mais tarde, este filme viria a mudar minha vida para sempre. E mudou. É com ele que eu construí minha identidade, minha personalidade. Cada personagem, cada situação do filme, representa um pouco de mim, representa um pequeno fragmento de minha pessoa. E você, caro leitor, vai notar que não somente isto que eu estou falando a você é verdade, como também vai perceber minha obsessão com esta aventura do genial diretor Robert Zemeckis e o produtor Steven Spielberg.

ESPECIAL: Back to the Future

Back to the Future é uma trilogia criada e dirigida pelo diretor americano Robert Zemeckis e produzida por Steven Spielberg. Teve três filmes estrelando os atores Michael J. Fox e Christopher Lloyd e mais um game que saiu em 2010 e continua a história, estrelando as vozes dos atores A.J. Locascio, Christopher Lloyd, James Arnold Taylor e Michael J. Fox.

Clique para escolher a edição do especial que deseja ver: