Sunday, October 15, 2017

FILME: Blade Runner (Blade Runner: O Caçador de Andróides)

Nota: 10 / 10

Me preparando semana que vem para retornar ao mundo de Blade Runner, resolvi revisitar mais uma vez a obra cult de Ridley Scott. Blade Runner é uma daquelas obras redefinidoras de um gênero inteiro, neste caso, o de ficção-científica. Fiquei me lembrando de anos atrás, com a minha primeira exposição ao filme de sci-fi cyberpunk; eu nem sequer fazia ideia do que era "cyberpunk".

Minha primeira reação ao filme foi a esperada: "que diabo foi isso?" Eu havia acabado de assistir a primeira vez na vida a obra e fiquei altamente confuso. Era muita informação para processar naquele curto espaço de tempo. Não tão complexo quanto 2001: A Space Odyssey, obviamente, mas mesmo assim, me causou uma impressão de que eu teria que reassistir em algum ponto, sinal de que o filme tinha muito a me falar ainda.

Thursday, October 12, 2017

ESPECIAL: DCEU - Origens Secretas: Liga da Justiça

O filme da Liga está quase chegando, falta apenas um mês. Tendo isso em vista, terminaremos este ano com o perfil da equipe de heróis mais famosa do mundo, a Liga da Justiça, que nada mais é do que a junção dos heróis da DC para combater uma ameaça em comum. Em Batman V Superman, já nos foi mostrado quais heróis estarão na formação da Liga deste filme. Claro, isso não impede que haja outros no futuro, afinal, a Liga já teve várias formações durante todos estes anos. Esta daqui segue, mais ou menos, os Novos 52, a continuidade atual da DC, portanto, vamos vê-la de perto.

Friday, October 6, 2017

NO CINEMA: Kingsman: The Golden Circle (Kingsman: O Círculo Dourado)

Nota: 7,5 / 10

A sequência de Kingsman: The Secret Service, filme baseado nos quadrinhos de Mark Millar e Dave Gibbons, é boa, e só. Sim, é boa. Mas trata-se de uma repetição, por vezes cansativa, de clichês. Tem momentos de tirar o fôlego sim, sem dúvida, mas muitas vezes você se pega meio que dizendo sério? Precisava de uma sequência para fazerem isso? Ok...

Para piorar, eles se usam de uma artimanha que me faz lembrar um case de não muita aceitação. Vou dizer já já, qual é, mas digamos que tem a ver com outros caras que vestem ternos. Ah, tenham em vista também, que eu ainda não li as HQs em que o filme se baseia, mas o universo em si me cativou bastante. Só achei que eles poderiam ter trabalhado melhor vários aspectos do filme para fazer valer aqueles que te tiram o fôlego.

Monday, September 25, 2017

CD: Antídoto - Alkaisers

Nota: 10 / 10

Desde há muito tempo, eu vinha procurando bandas de Rock brasileiras novas e que realmente estivessem comprometidas com a tradição de se fazer o bom e velho rock'n'roll. Sentia falta de ouvir um grupo que fizesse um som marcante, e que não fosse engessado com os padrões que a mídia espera. Infelizmente o bom Rock acabou no Brasil, não existiam mais bandas com letras em português que fossem capaz de sair da casca; ou pelo menos era isso que eu pensava. Então me aparece o Alkaisers, e muda o jogo. Antídoto, seu álbum de estreia, prova que o Brasil ainda pode gerar trabalhos interessantes e muito marcantes. E com a atitude contestadora que o Rock deve ter.

Friday, September 22, 2017

NO CINEMA: It: Chapter One (It: A Coisa)

Nota: 8,5 / 10

Tem gente que acredita que palhaços não são engraçados coisa nenhuma; são sim, criaturas assustadoras. Stephen King, por exemplo, é uma dessas pessoas. Seu livro It, de 1986, gerou uma adaptação na forma de minissérie estrelando o inigualável Tim Curry no papel de Pennywise. Eu sempre achei essa versão meio galhofa, mas ela dá uns sustinhos aqui e alí, inclusive gosto do estilo abobalhado que o Curry imprime no palhaço, e que aterroriza as suas vítimas.

Pois bem, hoje eu fui ver a nova versão. Não é bem um remake, muito menos uma sequência, mas uma nova adaptação do livro de King. O resultado? É bem superior à minissérie de 1990! Ainda assim, tem um probleminha aqui ou ali, mas no geral, eu gostei.

REFLEXÃO: As desventuras do Rock no mundo atual: meio é melhor que nada

Vamos lá. Metade do The Who e metade do Queen com Adam Lambert. Primeiro: me alarma muito que esse pessoal pagante esteja pagando ingresso para ver metade do que essas bandas foram um dia. Sério, me alarma mesmo.

Sunday, September 10, 2017

MATÉRIA: DCEU - Origens Secretas: Ciborgue


Chegamos ao último personagem que vai estar no filme da Liga da Justiça este ano, o Ciborgue. Eu não o conheci quando era moleque, somente ouvi falar dele quando li uma história dos Jovens Titãs, anos atrás, mas esqueci do personagem. Relembrei dele quando vi a série dos Jovens Titãs e o filme Justice League: DoomAcho ele um personagem fantástico, mas eu não o colocaria na Liga agora neste filme, uma vez que ele originalmente é membro dos Jovens Titãs, e só passou para a Liga agora, depois do reboot dos Novos 52 em 2011. Mas ele está aqui, então vamos conhecê-lo.

Ator: Ray Fisher

Friday, September 8, 2017

NO CINEMA: Polícia Federal: A Lei É Para Todos

Nota: 10 / 10

Hoje eu fui conferir o filme que conta sobre os bastidores da Operação Lava Jato, intitulado Polícia Federal: A Lei É Para Todos, baseado na obra literária de Carlos Graieb e Ana Maria Santos. Antes de mais nada, quero dizer que eu sempre procurei manter meu blog o mais afastado possível da política, e quero continuar garantindo que isso ocorra em um futuro próximo.

Só que não dá para não falar do assunto quando se trata de uma obra dessas. Sempre fui um grande apoiador da Lava Jato, porque você queira ou não, meu amigo, esta é uma das ferramentas mais eficazes que temos contra a corrupção no nosso país hoje em dia. Existem dois Brasis na realidade em que vivemos hoje. Um antes, o da impunidade, e outro depois que a grande operação foi deflagrada. E que bom que podemos dizer isso hoje, com este ótimo filme.

Friday, September 1, 2017

NO CINEMA: Защитники (Os Guardiões)

Nota: 3 / 10

Vamos acabar logo com isso... ano passado eu vi o trailer deste filme aqui. Era uma das novidades mais legais e bacanas que eu vi em tempos recentes! Quando eu vi aquele maluco com uma máscara e essas duas espadas circulares, eu pirei! Puts grila, que foda! A coisa melhorava... TEM UM CARA COM CABEÇA DE URSO SEGURANDO UMA AUTOMÁTICA NESSE FILME, CARACA!! Eu precisava ver aquilo de qualquer maneira!

Já tinha até apelido para a coisa: o "Quarteto Fantástico Russo". Tudo indicava que iria ser um filme até melhor do que Wonder Woman! Até o segundo ato, parecia mesmo. Só que aí parece que o roteirista do filme tem um infarto, morre, eles trocam, e a coisa caga geral. É como se você estivesse tomando um milkshake de chocolate, e lá no final ele virasse bosta. Que decepção!

Monday, August 28, 2017

FILME: Batman & Harley Quinn (Batman e Arlequina)

Nota: 7 / 10

Posso parecer que estou louco, mas esta animação me fez sentir como se estivesse dormindo e, ao acordar, me vejo no final dos anos 90 de novo. Ou início dos anos 2000. Foi uma animação absolutamente movida pela nostalgia, pela paixão a um trabalho primoroso que deu muito certo, e pelos anos e anos que Bruce Timm esteve brilhantemente no comando do Batman.

Parece até que o tempo não passou. E apesar desta animação estar atrelada à série DCUAOM, ela também se qualifica como um retorno ao DCAU, que havia acabado em 2006. Os traços dos desenhos são idênticos, cuidadosamente reproduzidos aqui. Isso sem falar nas inúmeras referências! Pena que pára por aí. Apesar da nostalgia, a história é fraca.

Sunday, August 20, 2017

EDITORIAL: Descontinuação - O Canto do Cisne

Pessoal, é o seguinte: primeiramente, eu gostaria de dizer que pensei muito mesmo, antes de tomar esta decisão. Pensei mesmo. Inclusive, tinha decidido isso ainda ano passado, mas voltei atrás e resolvi caminhar um pouco mais pra ver até onde iria. Só que chegou num estado de coisas que eu não consigo mais suportar. Estou descontinuando a sessão CANTO DO CISNE do meu blog.

Friday, August 18, 2017

NO CINEMA: War For The Planet Of The Apes (Planeta dos Macacos: A Guerra)

Nota: 9,5 / 10

Matt Reeves simplesmente fechou a conta com categoria e muita profundidade! Não houve um momento sequer deste terceiro prelúdio da saga Planet of the Apes que eu achei fora de lugar. Tudo se encaixava, tudo se completava... e se conectava. Ao final, temos o link perfeito para o filme de 1968, de Franklin J. Schaffner.

Dirigido com primor, e escrito com grande competência, War for The Planet of the Apes, o oitavo filme da série, e o terceiro prelúdio da história é um filme pesado, dramático, e muito intenso. Há boatos por aí que um quarto filme está em produção, mas eu acho que não há necessidade. A história fecha muito bem aqui e dá a deixa para o filme de 68 com primor. Só se forem mostrar a macaquização do mundo, só pode. Enquanto esperamos vamos checar este excelente terceiro prelúdio.

Tuesday, August 15, 2017

HQ: Gotham By Gaslight (Gotham City 1889)

Nota: 8 / 10

Este é um conto bem pouco usual do Batman. Escrito em 1989, ele é uma história não-canônica, que se passa em um "e se..." tipo de universo. Aqui, o autor tenta imaginar o Batman, se ele tivesse sido criado na época vitoriana, em 1889.

A ideia é sensacional. A execução é só ok. Existe outra história do Batman que se passa neste universo vitoriano, Master of the Future, de 1991, escrita pelo mesmo autor, e é bem mais legal do que essa, mas como vai sair uma animação deste conto do morcego ano que vem, resolvi apresentá-lo a vocês.

Brian Augustyn se empenha em nos trazer as repercussões que o homem-morcego traria se um dia se deparasse com o desafio de enfrentar um certo assassino londrino famoso. A atmosfera parece algo saído de qualquer boa história de Hercule Poirot ou Sherlock Holmes.

Monday, August 14, 2017

CD: Brutal - Dr. Sin

Nota: 10 / 10

Descobri o Dr. Sin pelo álbum Insinity, exatamente na mesma época que lançavam o álbum Dr. Sin II, em 2000. Imediatamente fui capturado pelo som deles. Que Hard Rock maravilhoso eles faziam naqueles discos! Tive a grata surpresa de ver que eram uma banda brasileira, e então comecei a segui-los. Claro, não graças à mídia "especializada"; veículos como a rádio e a TV nunca fizeram coisa alguma por eles, muito pelo contrário, dava-lhes o desprezo total e absoluto, mas mesmo assim, eles seguiam em frente. O Brutal, por sua vez, me deixou em êstase! Vamos conferir então o segundo trabalho deles, de 1995. 

Thursday, August 10, 2017

MATÉRIA: DCEU - Origens Secretas: Aquaman


Chegou a hora de vermos o herói da DC que eu menos acho graça. Nunca fui tão chegado no Aquaman, e não escondo. Apesar de reconhecer que ele tem um traje legal e poderes bacanas, sempre achei o personagem meio... meh... até gostava dele quando via no desenho dos Superamigos, mas nunca vi muita utilidade para ele fora d'água. Minha opinião sobre ele até mudou um pouco para melhor, depois de eu ler dois arcos de história do personagem e assistir um filme animado, mas mesmo assim, é o personagem da DC que eu menos tenho interesse. Mas ele está aqui, então vamos conhecer.

Ator: Jason Momoa

Friday, August 4, 2017

NO CINEMA: Dunkirk (Dunkirk)

Nota: 9 / 10

O grande diretor Christopher Nolan, que fez Memento (Amnésia), a obra-prima Inception, Interstellar e a ótima trilogia do Batman, retorna com este fantástico e autêntico retrato de um dos momentos mais importantes da história mundial. Sim, desta vez temos um filme do diretor baseado em fatos reais.

Quando é imposto um cerco a tropas de aliados ingleses e franceses da Bélgica na Segunda Guerra Mundial, um grupo de soldados ficam acuados na ilha de Dunkirk, bombardeada por soldados alemães, fato que faz com que lutem pela sua sobrevivência.

Sendo fã de longa data do diretor, desde o filme Memento, fui conferir mais este trabalho dele. E que experiência intensa!

Sunday, July 30, 2017

LIVRO: Batman: Arkham Knight - a novelização oficial - Marv Wolfman

Nota: 9 / 10

Durante muito tempo eu quis saber como era a última parte da série Batman: Arkham. Porém, dificuldades sempre me obrigaram a manter meu Xbox 360, não apostando tão cedo na compra de um Xbox One. Eu havia comprado então o game pela loja da Steam para jogar no meu PC, mas meu computador é de 2011, ou seja, não tinha os requisitos necessários; colocando nas configurações mínimas, o game ainda ficava uma carroça. Jogar no PC também estava, pelo menos por enquanto, fora de cogitação.

Portanto, até poder comprar uma máquina nova, eu resolvi apostar nesta bem vinda adaptação em livro da história do game, escrita pelo sensacional roteirista Marv Wolfman, baseado no texto de Sefton Hill, Ian Ball e Martin Lancaster. Resistindo à tentação de ver qualquer gameplay no Youtube, eu li esta ótima adaptação. E valeu a pena!

Wednesday, July 26, 2017

CD: How Did We Get So Dark? - Royal Blood

Nota: 8,5 / 10

Este segundo álbum do Royal Blood vem já sem aquela euforia da novidade do primeiro trabalho. Quando eu escutei o primeiro disco deles, me impressionei com o belíssimo trabalho de Mike Kerr em seu baixo, fora a alta qualidade das composições. Minha animação é clara e visível na resenha do primeiro disco. Neste segundo álbum portanto, a sonoridade já está estabelecida, e o duo terá que impressionar não só pela excelência técnica, mas principalmente pela articulação nas composições, ou seja, com músicas memoráveis. Será que conseguiram? Vamos conferir.

Saturday, July 15, 2017

HQ: The Dark Knight III: The Master Race (Cavaleiro Das Trevas III: A Raça Superior) - Livro 8

Nota: 5,5 / 10

Acabou a minha paz de novo! Saiu nas bancas a oitava parte desta decepção chamada The Master Race, a considerada "parte 3" da série Cavaleiro das Trevas do senhor Miller. Eu já não sei mais se fico puto porque vou ter que ler outra edição dessa bagaça, ou se fico aliviado porque está acabando.

Só sei que trago más notícias! Esta NÃO É a última parte dessa bagaça! Ainda vai ter um "livro nove"! Putakipariu, Miller, esse sofrimento não acaba, seu puto? Enterra logo essa joça para eu ter paz, seu maldito!

Eu sinceramente já nem tenho mais motivação pra saber o final dessa joça da dupla Azzamiller, só quero que acabe logo pra depois vender as revistas pra alguém... ou queimá-las, sei lá o que vou fazer. Enfim... PARTE OITO, SACO!

Thursday, July 13, 2017

CD: Pure Inc. - Pure Inc.

Nota: 10 / 10

Há 14 anos atrás, havia uma banda suíça que acompanhei de 2003 a 2007. Segundo informação da Wikipedia alemã, diz lá que ela existia desde 1994, mas não tinha discos lançados. As razões do porquê a banda acabou, encerrou as atividades, eu sinceramente desconheço, mas eu sei que, a primeira vez que eu a escutei, olha, a sensação foi semelhante a andar na melhor montanha russa do mundo. Fiquei extasiado. Descobri ela pelo Whiplash.net, e passei a acompanhá-la. Hoje, me peguei nostálgico, e resolvi trazer a vocês este discaço de Hard Rock.

Wednesday, July 12, 2017

NO CINEMA: Spider-Man: Homecoming (Homem-Aranha: De Volta ao Lar)

Nota: 9,5 / 10

"Homem-Aranha, Homem-Aranha, tanto bate, quanto apan..." anhhamm... olá! O esperado filme do teioso amigão da vizinhança, agora como parte do MCU devido a um acordo entre a Sony e a Marvel, acaba de terminar. E eu estou muito contente!

Para mim, este filme foi o mais legal de todos que já foram feitos. Sim, todos, inclusive os com a dupla Tobey e Sam. OK, eu diria que ele fica em pé de igualdade com os dois primeiros filmes da trilogia de Sam Raimi, pra não ser injusto. Mas que eu achei esse, o mais legal de todos eles, ah, isso eu achei!

E ainda o mais bacana disso tudo é o teioso ser parte do mesmo universo dos Vingadores! Portanto, se agarrem na teia do Pedro Parker, e vamos conferir essa volta ao lar do aranhoso!

Monday, July 10, 2017

MATÉRIA: DCEU - Origens Secretas: Flash (Barry Allen)


Reiniciando. Hora de darmos uma olhada no Flash, um personagem que já teve várias identidades. Em Justice League, e também nos outros filmes que ele vai aparecer, este é o segundo Flash, Barry Allen, criado após o advento do primeiro Flash, Jay Garrick, que foi criado por Gardner Fox em 1940. É por isso que detalhei a identidade dele no título da matéria. Após a morte de Barry Allen nas HQs, existiram outros que vestiram a roupa do velocista, como Wally West e Bart Allen, mas Barry sempre foi o mais famoso e popular de todos. Barry viria a ressurgir após algumas sagas e voltar ao seu papel de velocista. Como o personagem nos filmes do DCEU é Barry, vou falar somente dele.

Ator: Ezra Miller

Saturday, July 1, 2017

NO CINEMA: The Mummy (A Múmia)

Nota: 5 / 10

Ai, meu saco, vamos lá. Se arrependimento matasse...! Bom, eu nem estava criando expectativas para isso aqui, então não houve decepções, só confirmações. Enfim, o "Dark Universe", como convencionaram chamar a nova série de monstros da Universal, começou, e eu acompanhava as resenhas ruins do filme e ficava cada vez mais desanimado para ir conferir. Mas, de teimoso, resolvi dar uma colher de chá e ver.

Grande erro! O filme é medíocre pra caramba! Considerando que a Universal está planejando mais filmes com esses personagens, este foi um começo não muito animador, e eles vão ter que ralar muito, pra subir o nível. Ou eles tomam uma atitude para conseguir talentos de verdade, ou então este universo já vai nascer assim mesmo... mumificado. Enfim, vamos ver o que rolou neste... primeiro (?)... exemplar dos novos monstros da Universal.

NO CINEMA: Despicable Me 3 (Meu Malvado Favorito 3)

Nota: 7,5 / 10

Este é mais um filme da série Despicable Me. Assim como em Ice Age o meu foco é assistir as aventuras de Scratch e sua noz, nesta série, minha grande diversão é sempre ver os minions. Eu adoro os personagens amarelos, porque eles sempre me lembram aqueles grandes personagens de desenhos da minha infância. Tanto gosto deles, que quando o filme solo deles estreou, eu era um dos mais animados para ver. Claro, o filme solo deles não foi lá essas coisas, eu mesmo fiz críticas a ele na minha resenha.

Mas, como sempre acompanhei a série, fui conferir esta parte três. E, novamente, não é lá tão boa assim, mas eu garanto: dos dois filmes que fui acompanhar hoje no cinema, este foi o melhor deles! Portanto, preparem seus raios congelantes, e apreciem seus suflês de banana, porque vamos falar de Despicable Me 3.

Friday, June 30, 2017

HQ: Batman #52 (Batman nº 52)

Nota: 9 / 10

Esta última edição da revista do Batman dos Novos 52 já não nos traz mais os talentos de Snyder e Capullo para a trama, mas sim o roteirista James Tynion IV, que trabalhou em algumas histórias curtas do Batman durante a gestão de Snyder.

E, assim como Scott Snyder, eu também vou me retirar de resenhar as revistas mensais do morcego por um tempo. Pelo menos por enquanto. Vou dar um tempinho para a linha Rebirth engatar a marcha, e quem sabe no ano que vem eu volto com elas? Vamos ver. Me diverti bastante aqui falando sobre este Batman do Snyder, foi muito bacana. Talvez, mais para frente, eu resolva fazer algo sobre a série da Mansão Arkham, mas é cedo pra dizer, preciso de um descanso das revistas mensais do Batman. Vou falar de coisas mais clássicas, e personagens diferentes, após terminar a série do Miller.

Monday, June 26, 2017

LIVRO: Post Office (Cartas na Rua) - Charles Bukowski

Nota: 10 / 10

"Charles Bukowski sai em busca de emprego e uma vida idílica, baseada no sonho americano." Essa seria uma das maneiras de descrever esta obra do autor, considerado por muitos como o último poeta maldito de sua era. Outra forma, seria "Charles Bukowski pisoteia o sonho americano."

Eu sempre tive interesse pelas narrativas de Buk. Não por considerá-lo um exemplo de vida, o cara era um libertino, vivia como um andarilho, mas sim pela sua narrativa comicamente ácida em que ele derruba algumas noções pré-concebidas que as pessoas tinham à sua época em relação à sociedade americana.

Em Post Office, lançado originalmente em 1971, e o primeiro romance do autor, Bukowski resolve contar suas frustrantes experiências dos anos 1950 no serviço postal americano.

Tuesday, June 20, 2017

HQ: Astronauta: Assimetria

Nota: 9 / 10

Peguei a terceira história do Astronauta versão de Danilo Beyruth pensando que esta seria a última vez. Ao chegar no final da história, tive a grata impressão de que Beyruth ainda pode escrever mais uma história do personagem. E eu sou totalmente a favor, porque Beyruth tem realizado, até aqui, um excelente trabalho.

Assimetria, eu diria que não é melhor do que Magnetar, mas se encontra para mim em segundo lugar, dentre estas três histórias que Beyruth roteirizou.

E uma das razões para isso é que o roteirista retorna para aquela ideia da solidão que vimos na primeira, e que deu tão certo. Uma coisa que havia me incomodado um pouco em Singularidade é que o personagem carrega muito elenco extra, coisa que foi bem dosada por aqui.

Saturday, June 17, 2017

FILME: The Mummy (A Múmia)

Nota: 9 / 10

Às vésperas do filme novo sobre múmias estrelando Tom Cruise estrear, e que dará um pontapé inicial a um novo universo reimaginado dos monstros da Universal chamado de Dark Universe, resolvi que era hora de fazer o que eu disse que faria. Vamos então falar um pouco sobre o filme clássico The Mummy, de 1932, parte da série Monstros da Universal clássica, do início do século passado.

Como sabemos, Hollywood tinha muito poucos recursos para fazer filmes de terror no início do século XX. A carência de tecnologia para fazer homens virarem monstros aterrorizantes obrigava os cineastas a usarem a imaginação como podiam em termos de efeitos práticos. Este filme não é exceção. Aliás, maravilhoso o trabalho que fizeram com o ator Boris Karloff, do Frankenstein de 1931. Prático, elaborado e assustador.

Friday, June 16, 2017

HQ: Lobo: Portrait Of A Bastich (O Evangelho Segundo Lobo)

Nota: 9 / 10

Hoje eu vou apresentar pra vocês um personagem da DC que é um verdadeiro escroto. Um lixo, um desperdício de vida na galáxia. Um tremendo filho da puta de marca maior. Um ser totalmente desprezível, daqueles que você não gosta sequer de imaginar estar ao lado. Mas tão divertido! Puta que pariu, como é divertido!!

O verdadeiro significado de anti-herói se encontra na persona do Lobo, mais conhecido na galáxia, como o Maioral, ou, se você preferir o original em inglês, "The Main Man".

Você certamente não deve conhecê-lo, e eu já adianto, a culpa não é sua! Por isso, e porque eu andava precisando de algo mais divertido pra ler, eu trouxe a vocês uma indicação de HQ para conhecerem melhor esse bastardo caçador de recompensas da galáxia. Vem comigo!

Saturday, June 10, 2017

CANTO DO CISNE: Adam West

Está ficando cansativo fazer tantas postagens assim. Eu nunca vivi em qualquer outra era em que tanta gente famosa morria, geralmente eram apenas dois ou no máximo 3 por ano, às vezes nem isso.

Adam West... apesar de não ser fã do Batman dele, esse cara teve uma certa importância em minha vida, portanto me sinto culpado em deixar passar batido.

Friday, June 9, 2017

NO CINEMA: Wonder Woman (Mulher-Maravilha)

Nota: 9,5 / 10

A Mulher-Maravilha brilha no cinema com a atriz israelense Gal Gadot! Acabei de ver o filme! E posso dizer tranquilo e com muita alegria, que é o melhor filme do DCEU até agora!

Man of Steel iniciou este universo e veio a público com reações mistas, apesar de eu ter visto boas qualidades nele, realmente tem erros que prejudicaram o filme. Batman v Superman: Dawn of Justice tinha a proposta de ser um filme-portal que desencadearia histórias futuras, mas os exageros acabaram prejudicando a película, tendo mais erros que acertos. E Suicide Squad foi divertido, eu gostei bastante, mas também veio com reações mistas do público e crítica.

Wonder Woman veio para salvar de vez o DCEU; e conseguiu! A redenção amazona chegou!

Sunday, May 28, 2017

HQ: Batman #51 (Batman nº 52)

Nota: 10 / 10

Gotham... Gotham é... Gotham é uma sinfonia macabra. É a bizarra atração principal dentro de um vasto circo, onde todos querem ser os palhaços, mas apenas um dos atores é capaz de protagonizar um ato sóbrio que chegue próximo de seu público alvo. Gotham é uma estranha e macabra mutação em preto e branco. Gotham é um emblema simples, uma ideia elementar... Hah. Uma ideia que te consome por dentro. Uma ideia que pode te matar.

É o último texto... em 52 atos... que irá escrever.

A linda conclusão de Scott Snyder não mente. Exceto, talvez, pela saga do bat-coelho mecânico e o Gordon tentando tapar o lugar do Bruce Wayne por 9 edições, que realmente achei uma má ideia, a gestão de Scott Snyder e Greg Cappulo nos Novos 52 é fantástica, e termina com esta belíssima narrativa.

Saturday, May 27, 2017

CANTO DO CISNE: Gregg Allman

Esta é a era que os ídolos caem. Sem concessões, sem negociação. É uma época muito triste para as artes. Mais um se foi, desta vez, Gregg Allman. Em um mesmo ano, temos Butch Trucks, e agora outro simpático músico dos Allman Brothers. Só nos resta o pó, o mofo da lembrança. Muitos ainda vão cair, para nosso vão desespero. Não temos pra onde correr. Só podemos assistir à carnificina que esta coisa chamada "vida" nos impõe. Só podemos aceitar... e lembrar dos que caíram.

Friday, May 26, 2017

NO CINEMA: Pirates of the Caribbean: Salazar's Revenge (Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar)

Nota: 8 / 10

Ahoooooy, marujos de água doce! Após muito tempo, temos desembarcando o quinto filme da série Pirates of the Caribbean! Eu sou absolutamente aficionado por essa série do pirata Jack Sparrow! Estava aguardando com muita ansiedade para novamente navegar em águas perigosas na companhia dos piratas e assombrações.

Eu queria ter feito um especial sobre a série cinematográfica, mas o tempo não me deixou. Uma hora eu tento fazer. Jamais perderia a oportunidade de falar sobre uma de minhas séries favoritas de filmes. Claro, que não são nenhumas obras-primas, inclusive tem filmes da série que são bem abaixo da média. Mas o conceito em si me apaixona, a aventura de Sessão da Tarde, então eu me animo todas as vezes que sai um novo filme da série, sempre maluco para ouvir aquele tema maravilhoso de pirata tocando!

Tuesday, May 23, 2017

CANTO DO CISNE: Roger Moore

Rapidamente, vou fazer aqui uma homenagem a Roger Moore, que faleceu hoje, aos 89 anos de idade, e que estava já faz algum tempo lutando contra o câncer. Moore foi um marco no cinema quando começou a interpretar um dos espiões mais charmosos e sofisticados da ficção, o espião britânico Bond... James Bond. E, falando aqui como um entendido do espião, que assistiu a todos os filmes da série, eu posso dizer a você que Moore figura entre meus favoritos no papel.

Sunday, May 21, 2017

HQ: Aurora

Nota: 9 / 10

Comprei esta HQ ano passado, sem saber exatamente o que esperar dela. Simplesmente ela estava lá, na estante da banca de jornal, dando sopa. Por alguma razão, a capa me atraiu para pagar os quase 40 reais por esta belíssima e inspiradora história escrita pelo artista Felipe Folgosi. Bom, a verdade é que eu a confundi inicialmente com um encadernado do Cavaleiro da Lua que eu costumava ver por lá.

Quando reparei no título, mil coisas se passaram pela minha cabeça. Verifico a sinopse na capa traseira, e não me traz muita informação... suspense. Já havia gostado a partir daí.

No final da leitura, somente um pensamento me ocorreu: "uma história em quadrinhos, escrita por um brasileiro, que é fantástica, e de nível internacional de produção." Portanto, vamos conhecê-la. 

Friday, May 19, 2017

CANTO DO CISNE: Chris Cornell, Kid Vinil

Vivemos um período de trevas. Não há a menor dúvida quanto a isso. Existem trevas tanto na sociedade, quanto na sua cultura. E é melhor se prepararem, porque nem começou ainda a ficar desesperador, este é apenas o aquecimento pra isso. Recentemente acabam de morrer mais duas figuras importantes do cenário musical: uma, o cantor americano Chris Cornell, e aqui no Brasil, o nosso querido Kid Vinil. E, em meio a essas trevas, minha pequena homenagem a eles.

Wednesday, May 10, 2017

NO CINEMA: Guardians of the Galaxy Vol. 2 (Guardiões da Galáxia Vol. 2)

Nota: 10 / 10

Eu acabei de chegar de Guardians of the Galaxy Vol. 2, e ainda estou enumerando, na minha cabeça, os melhores momentos do filme! Sem sombra de dúvidas, é o filme mais divertido e engraçado do ano inteiro! Eu nem preciso ver os outros filmes de quadrinhos do ano para chegar a essa conclusão!

Em 2014 eu havia visto o primeiro filme nos cinemas, e comentei com um amigo meu, que este era o novo Star Wars, de tão satisfeito que eu fiquei com a coisa toda! Minha teoria, aos poucos, está se confirmando! O segundo filme dos aventureiros espaciais da Marvel vem mostrar a todos como fazer uma ideia já requentada virar uma ótima história, com humor de rachar o bico, mas ao mesmo tempo com drama, ação boa, de entortar os olhos, e ao mesmo tempo, emocionar! Uma técnica que a DC precisa aprender urgentemente a aplicar em seu filmes live-action.

MATÉRIA: DCEU - Origens Secretas: Mulher-Maravilha

Ok, agora é a vez da Mulher-Maravilha, pois o filme dela está quase batendo na porta. Esta grande personagem nunca ganhou um filme em live-action digno, mas já ganhou um animado, além de versões na TV. Apesar de ser considerada como uma das personagens mais importantes da DC, ela nunca ganhou o mesmo tratamento que Superman ou Batman, mas está lá, fazendo parte da trindade da DC, junto com eles. Possui histórias muito boas, tanto solo quanto com outros personagens, e eu espero que a partir de agora, o pessoal da WB comece a valorizá-la mais. Por isso, vamos ver como ela é.

Atriz: Gal Gadot

Tuesday, May 9, 2017

LIVRO: The Sign of the Four (O Signo dos Quatro) - Sir Arthur Conan Doyle

Nota: 9 / 10

Há muito tempo, eu escrevi algo sobre o primeiro livro de Sherlock Holmes escrito por Conan Doyle, A Study in Scarlet; desde este dia, não falei mais sobre a obra do escritor. No entanto, a paixão por ela me levou a querer falar mais um pouco do Sherlock original dos livros.

The Sign of the Four é a segunda história lançada pelo escritor britânico em 1890 na Lippincott’s Monthly Magazine. Nesta história, os personagens de Holmes e Watson já estão mais a vontade para dividirem coisas mais relativas a suas personalidades. Descobrimos alguns segredos de Watson, que também acaba se envolvendo com uma mulher, enquanto que Holmes, investiga um estranho caso de símbolos, e quando está entediado, apresenta seu hábito pelas drogas e pelo violino. Desta forma, vamos ver um pouco desta narrativa que está entre as minhas favoritas.

Wednesday, May 3, 2017

HQ: The Dark Knight III: The Master Race (Cavaleiro Das Trevas III: A Raça Superior) - Livro 7

Nota: 6 / 10

Até que enfim o Miller resolveu dar as caras por aqui outra vez! Oi? Não amigo, não tô feliz por isso. Tô é aliviado, porque assim isso acaba logo! Nossa, 3 meses pra lançar outro número dessa série é fogo, hein? Será que até o fim desse ano acaba, Panini?

Já estão dizendo lá fora que as edições finais estão atrasando. Faz sentido. Uma historinha medíocre como essa, quem não tem segurança no que faz estaria mesmo na dúvida se vai até o fim ou não. A reação ruim já deve ter chegado aos ouvidos da dupla nada dinâmica Azzarello e Miller.

Enfim, volto com boas e más notícias: a boa é que a narrativa principal melhorou um pouco; a ruim, é que junto dela, vem a costumeira revistinha brinde, com aquela arte que só o Miller se orgulha. Que a grande Hera nos ajude!

Sunday, April 30, 2017

FILME: Life (Vida)

Nota: 9 / 10

Nos primeiros minutos de filme, parecia algo nos moldes de 2001: A Space Odyssey, até a trilha sonora meio que te levava a pensar assim. Até os cinco minutos finais, você pensa "ah, remake de Alien, do Riddley Scott, nada de novo sob o sol". Mas aí... aí... puxa vida! Caramba, eu não posso dar spoilers sobre o final, que saco!

Olha, eu fui com uma cabeça assistir a esse filme, e voltei com outra. Aliás, se for parar pra pensar... ele meio que evoca uma ideia, puxando para a filosofia, de que os americanos podem estar um pouco receosos em relação ao futuro.

Enfim, Life me surpreendeu; eu não imaginava que uma trama espacial pudesse me surpreender de alguma forma a essa altura, mas essa realmente, como se diz em inglês, puxou o envelope nos minutos finais.

ESPECIAL: Dark Universe

Este artigo se refere ao novo universo de monstros do cinema, o universo compartilhado dos Monstros da Universal do século XXI, que se chamará Dark Universe, que começou em 2017 com o filme The Mummy. Aqui você acompanhará os filmes que já saíram, bem como os próximos lançamentos ao longo dos anos. Conforme o universo expande, este artigo será atualizado, então ficará mais fácil para acompanhar.

CANTO DO CISNE: Belchior

Quero começar esta postagem assumindo publicamente que não, este cara não fazia grande parte da minha escola musical. Quem acompanha o meu blog por mais tempo deve saber bem que o Rock, o Metal, o Blues e o Jazz são as minhas escolas musicais, as minhas referências, e por isso, logicamente falo mais desses estilos. Mas Belchior era um desses artistas da MPB que eu esporadicamente ouvia, e gostava, não tendo preconceito algum com gêneros musicais.

Saturday, April 29, 2017

LIVRO: Foundation (Fundação) - Isaac Asimov

Nota: 9,5 / 10

Da primeira vez que escrevi algo sobre o escritor Isaac Asimov, não tinha sido nem mesmo para o meu blog, mas sim por causa de uma atividade que eu havia desenvolvido em um determinado período de minha vida, e aí resolvi publicar o que eu havia escrito no meu blog, já que o texto não estava na internet. Foi sobre o livro The End of Eternity (O Fim da Eternidade), de 1955. Agora, eu volto com mais um livro de Asimov que faz parte de uma série de sete volumes. 

Esta série do escritor americano é a série Foundation (Fundação), e nesta postagem, vamos conversar sobre o primeiro livro que saiu da série em 1951, simplesmente intitulado Foundation. Não é um livro para qualquer pessoa. É muito bom, ficção-científica do mais alto nível, mas comparado com The End of Eternity, que teve mais ação e um clima mais aventuresco, é uma leitura que requer atenção.

Monday, April 24, 2017

FILME: The Fugitive (O Fugitivo)

Nota: 10 / 10

No início do ano, eu fiz um editorial dizendo que eu gostaria muito de fazer artigos sobre filmes e outras coisas mais clássicas e que não estavam muito em voga hoje em dia, mas que eu considero importantes, ou que tiveram algum efeito positivo sobre mim. Vou tentar começar a fazer isso a partir de agora, só não garanto a frequência com que será feito.

E vou começar com o filme que me fez olhar para qualquer outro do gênero thriller de suspense e pensar "nossa, achei bem legal até, mas não é como o Harrison Ford sendo perseguido pelo Tommy Lee Jones". Eu estou falando de um dos filmes mais importantes dos anos 90, The Fugitive, de 1993. Trata-se de uma adaptação de um seriado de 1963 e que foi até 1967, criado por Roy Huggins, e que foi um caso interessante na TV de série que passou pela transição da TV em preto e branco para a colorida.

Sunday, April 23, 2017

HQ: Astronauta: Singularidade

Nota: 8 / 10

Quando eu finalmente terminei de ler Magnetar, a reimaginação do personagem Astronauta, ao final eu estava em êxtase! Foi uma experiência absolutamente sensacional. Danilo Beyruth, o responsável pelo personagem de Maurício de Souza no selo Graphic MSP, havia feito algo realmente especial, nos proporcionando uma história de isolamento fantástica e intrigante.

Antes de Magnetar, eu havia lido primeiro Singularidade, a sequência de Magnetar, mas sem saber que se tratava de uma sequência. Geralmente eu não gosto de ver sequências antes da história original, mas eu estava curioso para saber o que Beyruth fez com o personagem de Maurício. Na primeira lida, fiquei bastante empolgado com tudo. Depois de ler Magnetar, não tanto, mas ainda assim considero Singularidade uma boa história, vale a pena ser conferida.

Thursday, April 20, 2017

CD: The Search For Everything - John Mayer

Nota: 9 / 10

Após dois lotes de músicas novas que John Mayer soltou entre Janeiro e Fevereiro, o músico finalmente resolveu disponibilizar o seu novo disco inteiro, The Search For Everything. Eu comecei a analisar as duas "waves" que ele lançou, porque não resisti em esperar pra ver material novo, e fico muito feliz que ele tenha resolvido nos mostrar o que tinha debaixo da manga após aquelas oito músicas que já havíamos conhecido. Logo, esta será uma resenha mais voltada ao todo da obra, porque eu já havia analisado 8 músicas deste disco, então me sinto mais livre para falar do artista de forma geral.

Sunday, April 16, 2017

CANTO DO CISNE: Allan Holdsworth

No dia de Páscoa, morre um músico muito admirado. Resolvi deixar o dia sem postagens até pela ocasião, mas não posso deixar passar esta perda. Allan Holdsworth, um dos guitarristas modernos mais influentes de todos, e um verdadeiro gênio musical do calibre de qualquer compositor clássico, morreu hoje aos 70 anos de idade.