Tuesday, June 28, 2016

NO CINEMA: Now You See Me 2 (Truque de Mestre: O 2º Ato)

Nota: 9,5 / 10

Vocês estão prestando atenção? Ok, então lá vai. Acabei de chegar do cinema, após assistir à sequência da agora série
Now You See Me, e devo confessar que, de todos os títulos cinematográficos, este é o que eu menos estava esperando ter uma sequência. Mas fiquei muito contente que teve, e mais contente ainda que essa sequência não só supera o primeiro filme mas também trabalha com muito mais elementos.

Quando eu ainda escrevia só no IMDB, eu havia feito alguns comentários sobre o primeiro filme, que trouxe aqui para o blog, para que todos vissem. Havia comentado que achei que o filme foi um grande concerto de Rock. Também o chamei de um filme de assalto com truques de mágica. Now You See Me 2 veio para nos mostrar que, embora achássemos que estávamos prestando atenção no filme, na verdade não estávamos realmente atentos.

Na nova trama, o personagem de Mark Ruffalo, Dylan Rhodes tem se passado por um policial, quando a força está atrás dos desaparecidos Cavaleiros, ou Horsemen, como em Cavaleiros do Apocalipse, pra quem se recorda do primeiro filme. Então eles decidem se juntar novamente, após um ano de ausência e retornar aos holofotes. Porém, um outro grupo está tentando ser mais esperto do que os Cavaleiros, e os manda para Macau, China, através de um truque de ilusionismo, para testá-los. No início do filme, ainda ficamos sabendo do passado de Rhodes, e como seu pai havia morrido em um truque de mágica envolvendo um cofre e água, e Rhodes culpa o personagem de Morgan Freeman, Thaddeus Bradley, pelo que aconteceu com ele.

Toda esta trama intrincada ainda nos trás mais uma nova integrante dos Cavaleiros, Lula (que felizmente nada tem a ver com a figura nefasta aqui do Brasil), interpretada pela atriz Lizzy Caplan, que se mostra um verdadeiro novo talento na arte de iludir as pessoas. Esta nova personagem realmente se mostrou em sintonia com o elenco anterior, e proporcionou mais dinâmica e carisma para o grupo de Atlas (Eisenberg); também temos aqui o ator Woody Harrelson se revezando no papel de um irmão gêmeo "do mal" do seu personagem, que rendeu diversão extra aqui.

Dessa forma, com essa trama toda mirabolante, iremos presenciar mais uma porção de reviravoltas e truques, às vezes até mesmo impossíveis. Por exemplo, tem uma sequência no filme em que o grupo entra em um lugar e tira um chip de uma máquina, para escondê-lo em uma carta de baralho, e aí, eles são revistados. Eles ficam, praticamente o tempo todo nesta sequência, passando a carta com o chip de mão em mão, para o outro lado da mão, jogando ela dentro da manga, um para o outro, escondendo em tudo quanto é lugar possível e inimaginável para passarem pela revista sem serem pegos com ela. Confesso que não engoli muito essa sequência, achei ela extremamente exagerada, pra mim, nunca que eles iriam conseguir escapar com aquela carta fazendo os malabarismos que faziam. Eu ficava vendo aquilo e dizendo para mim mesmo "não, não, não-não-não, não, impossível!" Tá, ok, que foi super divertida, isso foi, mas não deixa de ser forçação de barra, mesmo para um truque de mágica!

Mas, no fim das contas, acho que é realmente isso que representa o cinema, um truque elaborado de ilusionismo, e é por isso que eu disse, lá no começo que eu não estava realmente prestando atenção quando vi o primeiro filme. Se o filme é bem feito a ponto de te manter dentro desta ilusão, sem você pensar em sair, você consegue engolir qualquer coisa. Now You See Me, no fim das contas, representa exatamente o que é a magia do cinema, da ilusão, representa os nossos desejos enquanto audiência, de querermos ser levados pela ilusão, de querermos ser enganados, passados para trás. É até mesmo por essa própria vontade que nos deixamos levar pela ilusão fílmica na nossa frente. Uma vez que ela falha, a gente escapa da ilusão, lembra que estamos vendo um filme e a ilusão falha. Por isso, apesar dos meus subsequentes "não-não-não", eu estava disposto a deixar o filme "me enganar", afinal de contas, eu estava me divertindo com a coisa toda.

Assim como o primeiro filme, este aqui tem reviravoltas mirabolantes, altamente elaboradas, e que vão te deixar constantemente coçando a cabeça, especialmente no clímax do terceiro ato, onde a mágica é revelada, e os "Mr. M", os Cavaleiros, revelam o truque todo para a audiência, que foi elaborado da forma mais cabulosa que você pode imaginar! Sério, você nunca vai suspeitar como é que você não se deu conta de que aquilo era um truque! Você sabe que não pode ser aquilo que você está vendo, mas descobrir o segredo da ilusão, meu amigo, aí já é outra história!

Enfim, assim como o primeiro, este aqui também foi um excelente concerto de Rock, até mesmo melhor do que o primeiro, mais épico, mais elaborado, e que tomou a liberdade de sair dos palcos, e de levar a coisa toda para as ruas! A presença ilustre também do Harry Potter, digo... do Harry Potter... digo, do Harry Pot... do Daniel Radcliffe também foi um grande adicional, o personagem dele é engraçado, dinâmico e como vilão, ficou muito bacana. Diversão mais do que garantida e recomendadíssima para todos vocês! Eu sei que eu não sou um hipnotizador tão bom quanto o Merritt McKinney, mas eu garanto pra você aqui, neste momento: você vai assistir este filme no cinema e depois vai voltar aqui para me agradecer. Hum... será que funcionou? Não importa! Vá assistir e divirta-se! Finalizo dizendo que, se resolverem fazer mesmo uma segunda sequência, como nos foi levemente sugerido pelos próprios personagens no final, podem ter certeza de que o meu ingresso já está comprado e meu lugar reservado para mais um grande show de mágica dos Cavaleiros.

Now You See Me 2 (2016)
Título em português BR: Truque de Mestre: O 2º Ato

Direção: Jon M. Chu
Produção: Bobby Cohen, David Copperfield, Alex Kurtzman, Roberto Orci, Louis Leterrier, Ed Solomon
Roteiro: Ed Solomon, Peter Chiarelli (baseado em personagens e conceitos criados no primeiro filme de 2013, por Boaz Yakin e Edward Ricourt)
Trilha sonora: Brian Tyler

Estrelando: Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Dave Franco, Morgan Freeman, Michael Caine, David Warshofsky, Daniel Radcliffe, Lizzy Caplan, Jay Chou, Sanaa Lathan, Tsai Chin, William Henderson, Richard Laing, Henry Lloyd-Hughes, Brick Patrick, Zach Gerard, Ben Lamb, Fenfen Huang

Outros filmes desta cinessérie:
- Now You See Me 2 (Truque de Mestre: O 2º Ato) (2016)
Now You See Me (Truque de Mestre) (2013)

Trailer:

1 comment:

  1. Acabei de assistir, e é realmente tudo isso que você colocou em suas palavras, de forma brilhante aliás. Concordo que a parte do "troca-troca" de mãos da carta foi meio forçada, porém muito envolvente e divertida, e aposto que todos se deixaram levar pela dinâmica. Adorei a presença do Dan, ele é ótimo, até como vilão.
    A Lula foi uma adição bem pontuada ao elenco, já que trouxe mais humor para a trama, o que também serve para nos distrair para o próximo truque.
    Eu adorei os filmes, tem uma proposta que nunca tinha visto antes, e envolve mágica, que fascina a todos nós, e sim, nós realmente adoramos nos deixar levar, é assim que mágica funciona. Você tem que acreditar.

    P.S.: Mal espero pelo terceiro filme, será ainda melhor.

    ReplyDelete